Caracterização

Caracterização

O Departamento de Ciências da Educação (DCE) integra a estrutura da Universidade Aberta desde a sua criação, sendo uma das suas unidades orgânicas. Destina-se à criação e partilha do conhecimento, considerado em três perspectivas distintas, ainda que imperativamente complementares:

(1) no domínio interdisciplinar de um conjunto de saberes que têm por objecto a concepção, organização, implementação e avaliação dos processos educativos;

(2) no âmbito de saberes transversais que sobrelevam a dimensão educativa, visando o desenvolvimento de competências, aptidões e atitudes;

(3) na transposição didáctica do conhecimento científico.

O DCE oferece especialização nas áreas seguintes: Comunicação educacional, Desenvolvimento curricular, Didácticas e metodologias de ensino/aprendizagem, Educação multicultural/intercultural, Educação pessoal, social e comunitária, Ensino a distância, Filosofia da educação, Gestão educacional, História da educação, Necessidades educativas especiais, Psicologia educacional, Sociologia da educação e Teoria da educação.

O DCE assume dois pressupostos:

(1) a educação do indivíduo torna-se válida quando responde às necessidades do seu desenvolvimento e ao seu projecto pessoal;

(2) a educação deverá integrar uma perspectiva de formação que acompanhe a vida do indivíduo, tornando-se, deste modo, a sua resultante criadora.

Com base nestes pressupostos pretende, então, desenvolver a sua actividade em duas vertentes: a do ensino e a da investigação.

A vertente do ensino, marcadamente assente na metodologia de ensino a distância, tem por objectivo a formação de professores, de formadores e de diferentes agentes educativos. Esta formação programa-se visando três níveis distintos:

a) a obtenção de um grau académico;
b) a qualificação profissional;
c) a formação ao longo da vida.

A vertente da investigação pretende suportar a dinâmica evolutiva e problematizadora dos processos e fenómenos educacionais e manifesta-se no grau de pertinência, fecundidade e validade das suas propostas. Ela procura desenvolver-se seguindo três linhas: acompanhamento e orientação de projectos, investigação aplicada e investigação fundamental. A investigação está integrada em Centros de Estudos.

Organização

OrganizaçãoO Departamento de Ciências da Educação tem dois órgãos: o Conselho do Departamento e o Director do Departamento.

O Conselho do Departamento funciona em plenário (com a presença de todos os docentes do Departamento) e em comissão permanente (com a presença de todos os docentes em serviço no Departamento e titulares do grau de Doutor).

Um conjunto de estruturas de carácter permanente integram, ainda, o Departamento: Centros de Estudos, Coordenadores de curso, Comissões de apoio à gestão e Secretariado administrativo.

Investigação

InvestigaçãoNo Art.º 10.º do Regulamento do Departamento lê-se: “Os Centros de Estudos constituem unidades de investigação que visam desenvolver actividades de investigação fundamental, aplicada…”. O Departamento de Ciências da Educação integra dois Centros de Estudos: o Centro de Estudos em Educação e Inovação – CEEI – e o Centro de Estudos de Pedagogia e Avaliação – CEPA. Integra, ainda, em situação de parceria com o Departamento de Ciências Exactas e Tecnológicas, o Centro de Estudos de Ciências e de Matemáticas para o Ensino – CECME. Enunciam-se os objectivos de cada um dos Centros de Estudos.

(1) O Centro de Estudos em Educação e Inovação tem como objectivos principais:

a)
promover a investigação, visando construir novos referentes teóricos para as metodologias aplicáveis na formação a distância;

b)
incrementar o desenvolvimento experimental de métodos e práticas inovadoras de ensino e aprendizagem;

c)
contribuir para o aperfeiçoamento dos processos utilizados no domínio da formação de formadores, identificando parâmentros de qualidade;

d)
conceber e implementar projectos de investigação-acção na área dos modelos de ensino-aprendiza-gem utilizados, em particular, na formação a distância;

e)
conceber, executar e avaliar programas e projectos no âmbito da aplicação das tecnologias da informação e comunicação à educação;

f)
difundir os trabalhos de investigação realizados, tanto a nível nacional como internacional, por via da edição de uma série específica da revista da Universidade Aberta – Discursos – pela publicação de artigos científicos em revistas de referência e pela participação em seminários, conferências e congressos;

g)
promover a cooperação e o intercâmbio com outras unidades de investigação nacionais e internacionais e a integração em redes transnacionais;

h)
assegurar a prestação de serviços de consultadoria científica e tecnológica à comunidade nos domínios que constituem o seu objecto de estudo.

(2) O Centro de Estudos de Pedagogia e Avaliação norteia-se pelos objectivos seguintes:

a)
conceber e implementar projectos de investigação que respondam a problemáticas escolares emergentes de novos contextos sócio-educativos;

b)
produzir reflexão crítica sobre problemáticas emergentes e respectivas medidas;

c)
promover discussão crítica sobre problemas nas escola;

d)
prestar serviços especializados à comunidade;

e)
promover a cooperação e o intercâmbio, dentro das áreas do âmbito do Centro, quer com outras unidades de investigação quer com especialistas nacionais e estrangeiros;

f)
difundir os trabalhos de investigação realizados, nacionalmente através de publicação numa série própria da revista da Universidade Aberta – Discursos – e internacionalmente em revistas da especialidade, assim somo também através de seminários, congressos e ciclos de conferências.

(3) O Centro de Estudos de Ciências e de Matemáticas para o Ensino tem os objectivos seguintes:

a)

Promover a investigação, visando construir novos referentes teóricos, no âmbito das Ciências e das Matemáticas, aplicáveis ao Ensino.

b)

Conceber e implementar projectos de investigação que contribuam para uma facilitação da aprendizagem significativa dos estudantes.

c)

Apoiar práticas inovadoras de ensino em Ciências e em Matemáticas que conduzam à aprendizagem significativa destas.

d)

Difundir os trabalhos de investigação realizados, tanto a nível nacional como internacional, através da organização de reuniões de carácter científico, da publicação de artigos científicos em revistas de referência e da participação em seminários, conferências e congressos.

e)

Promover a cooperação e o intercâmbio com outros Centros ou unidades de investigação nacionais e internacionais e a integração em redes transnacionais.
f)

Assegurar a prestação de serviços de consultadoria científica e tecnológica à comunidade nos domínios que constituem o seu objecto de estudo.
g)

Promover a divulgação científica junto do público em geral.